quarta-feira, dezembro 15, 2004


Um recado de Nizan Guanaes



O texto que segue foi escrito para uma formatura, por Nizan Guanaes,paraninfo de uma turma na Faap. Olhe só o que este publicitário escreveu.Deve ser por isso que é um dos melhores redatores do mundo e dono da Agência DM9 (aquela dos bichinhos da Parmalat).

"Dizem que conselho só se dá a quem pede. E, se vocês me convidaram para paraninfo, estou tentado a acreditar que tenho sua licença para dar alguns.

Portanto, apesar da minha pouca autoridade para dar conselhos a quem quer que seja, aqui vão alguns, que julgo valiosos.

Não paute sua vida, nem sua carreira, pelo dinheiro. Ame seu ofício com todo o coração. Persiga fazer o melhor. Seja fascinado pelo realizar, que o dinheiro virá como conseqüência. Quem pensa só em dinheiro não consegue sequer ser nem um grande bandido, nem um grande canalha.

Napoleão não invadiu a Europa por dinheiro. Hitler não matou 6 milhões de judeus por dinheiro. Michelangelo não passou 16 anos pintando a Capela Sistina por dinheiro. E, geralmente, os que só pensam nele não o ganham. Porque são incapazes de sonhar.

E tudo que fica pronto na vida foi construído antes, na alma. A propósito disso, lembro-me de uma passagem extraordinária, que descreve o diálogo entre uma freira americana cuidando de leprosos no Pacífico e um milionário texano. O milionário, vendo-a tratar daqueles leprosos, disse: "Freira, eu não faria isso por dinheiro nenhum no mundo" E ela responde: "Eu também não, meu filho".

Não estou fazendo com isso nenhuma apologia à pobreza, muito pelo contrário.

Digo apenas que pensar e realizar, tem trazido mais fortuna do que pensar em fortuna.

Meu segundo conselho.

Pense no seu País. Porque, principalmente hoje, pensar em todos é a melhor maneira de pensar em si. Afinal é difícil viver numa nação onde a maioria morre de fome e a minoria morre de medo.

O caos político gera uma queda de padrão de vida generalizada. Os pobres vivem como bichos, e uma elite brega, sem cultura e sem refinamento, não chega a viver como homens. Roubam, mas vivem uma vida digna de Odorico
Paraguassu.

Meu terceiro conselho vem diretamente da Bíblia: "Seja quente ou seja frio,não seja morno que eu te vomito". É exatamente isso que está escrito na carta de Laudicéia: seja quente ou seja frio, não seja morno que eu te vomito: É preferível o erro à omissão. O fracasso, ao tédio. O escândalo, ao vazio. Porque já vi grandes livros e filmes sobre a tristeza, a tragédia, o fracasso. Mas ninguém narra o ócio, a acomodação, o não fazer,
o remanso.

Colabore com seu biógrafo. Faça, erre, tente, falhe, lute. Mas, por favor,não jogue fora, se acomodando, a extraordinária oportunidade de ter vivido.

Tendo consciência de que, cada homem foi feito para fazer história. Que todo homem é um milagre e traz em si uma revolução. Que é mais do que sexo ou dinheiro.

Você foi criado, para construir pirâmides e versos, descobrir continentes e mundos, e caminhar sempre, com um saco de interrogações na mão e uma caixa de possibilidades na outra. Não use Rider, não dê férias a seus pés. Não se sente e passe a ser analista da vida alheia, espectador do mundo, comentarista do cotidiano, dessas pessoas que vivem a dizer: eu não disse!,eu sabia! Toda família tem um tio batalhador e bem de vida.

E, durante o almoço de domingo, tem que agüentar aquele outro tio muito inteligente e fracassado contar tudo que ele faria, se fizesse alguma coisa.

Chega dos poetas não publicados. Empresários de mesa de bar. Pessoas que fazem coisas fantásticas toda sexta de noite, todo sábado e domingo, mas que na segunda não sabem concretizar o que falam.

Porque não sabem ansiar, não sabem perder a pose, porque não sabem recomeçar. Porque não sabem trabalhar.

Eu digo: trabalhem, trabalhem, trabalhem. De 8 às 12, de 12 às 8 e mais se for preciso.

Trabalho não mata. Ocupa o tempo. Evita o ócio, que é a morada do demônio, e constrói prodígios. O Brasil, este país de malandros e espertos, da vantagem em tudo, tem muito que aprender com aqueles trouxas dos japoneses. Porque aqueles trouxas japoneses que trabalham de sol a sol construíram, em menos de 50 anos, a 2ª maior megapotência do planeta. Enquanto nós, os espertos, construímos uma das maiores impotências do trabalho. Trabalhe!
Muitos de seus colegas dirão que você está perdendo sua vida, porque você vai trabalhar enquanto eles veraneiam. Porque você vai trabalhar, enquanto eles vão ao mesmo bar da semana anterior, conversar as mesmas conversas,
mas o tempo, que é mesmo o senhor da razão, vai bendizer o fruto do seu
esforço, e só o trabalho lhe leva a conhecer pessoas e mundos que os
acomodados não conhecerão. E isso se chama sucesso."

"TRABALHE EM ALGO QUE VOCÊ REALMENTE GOSTE, E VOCÊ NUNCA PRECISARÁ TRABALHAR NA VIDA"

Nizan Guanaes

posted by Iris • IFD @ 9:18 PM

5 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Ola.

Nossa. Muito bom o texto. Sim , isso é bem uma verdade. As vezes, podemos até mesmo ficar desgastados ocm o trabalho, mas possivelmente, porque há ago de errado. Porque quando trabalhamos naquilo que gostamos, tudo parece dar certo, e os problemas, são meros obstaculos que nos servem para revelar nosso verdadeiro potencial.

Deixo aqui meu abraço a todos, e parabenizo o excelente trabalho do Blog´s ^^', sempre visito, sempre com assuntos concisos e coerentes.

QUeria aproveitar tambem, e desejar a todos um feliz natal, prospero ano novo, cheio de novas expectativas, saude, paz , amor, e claro, trabalho...muito trabalho.

^^
Fabio Palamedi
Designer de Midia Digital/Multimidia
srcnet@msn.com

9:40 AM

 
Blogger FeKa said...

Bacana!
Só tem uma coisa ... o Nizan é dono da África, uma agência que está revolucionando as estruturas ...

11:10 PM

 
Blogger Samurai Norotico said...

Oi Tygra blz??

Vira e mexe eu passo aqui no seu blog e sempre tem um otimo conteudo, esse texto é muito bom curti pacas, muito bom o texto do Nizan, eu penso em fazer facu de publicidade, so que nao sei se tenho talento pra isso. Eu penso em fazer pq eu gosto de mexer com webdesign e acho que publicidade completa.

Eu indikei o texto do Nizan no meu blog, e te linkei la blz?? se der de uma passada la samurainorotico.blogspot.com

um bjo!!!

3:09 PM

 
Anonymous Anônimo said...

Lindo o texto. Nizan mais uma vez prova sua verne de criativo e transforma uma "lição" de pai em um texto maravilhoso sobre a vida.
Apenas duas considerações:
1. O texto tem o mesmo ritmo e segue uma linha parecida com o texto do "Sunscreen" da DM9DDB ( Sim, eu sei que ele era da DM9 e virou sócio quando ela juntou com a DDB)
2. O dia que eu tiver oportunidade gostaria de perguntar ao Nizan, onde estava esse amor tão grande pelo que se faz quando em 94/95 (não lembro bem) ele entrou em uma concorrência oferecendo os serviços da DM9 à CUSTO ZERO de comissão de mídia e com isso deflagrando essa "crise" no mercado publicitário onde o cliente quer uma campanha de marca de cerveja mas não quer pagar por uma campanha de marca de cerveja.

Não me entendam mal, não é um post irado contra o Nizan. Eu até gosto do gordinho.
É depois de escrever uma coisa dessas, o cara é endeusado por uma legião de estudantes de PP. Eu acredito não ser bem por ai.

10:13 AM

 
Blogger Ricardo Scarpa said...

--------
bom texto de auto-ajuda, principalmente quando compara o prazer de trabalhar com o prazer em matar, Hitler com Michelangelo. isso foi um pouco irresponsabilidade de Nizan: já pensaram o que esse discurso pode ter causado em uma pessoa que gosta de... matar outras pessoas?

r. scarpa
--------

2:57 PM

 

Postar um comentário

<< Home



 

Subscribe to RSS headline updates from:
Powered by FeedBurner