quinta-feira, junho 30, 2005


Portifólio, Portfólio ou Portfolio: colocando o pingo no “i”. Ou não.

Pois é, mais um termo que gera confusão. Afinal o que a gente carrega debaixo do braço ou publica virtualmente em nossas pages tem acento? Tem “i”? Bom, ainda que o que interesse mesmo seja o conteúdo, vamos pesquisar e definir a forma.

A palavra tem origem no latim, segundo o Dicionário Etimológico Nova Fronteira, 1982 chegamos aos verbetes “portar” que vem de “portare” (carregar, conduzir) e “folium” (das plantas, lâminas e páginas)

No italiano moderno a palavra se tornou “portafoglio” e no inglês “portfolio”. É curioso o fato de em português utilizarmos “portfólio” ou “portifólio” ao invés de “portafólio”, que seria o mais natural na latinização moderna da palavra. Enfim, a expressão “portfólio” é claramente ligada ao anglicismo, com o aportuguesamento caracterizado pela inclusão do acento na letra “o” pois se trata de uma paroxítona terminada em ditongo oral.

O vocabulário da propaganda utilizado no Brasil é excessivamente influenciado pelas expressões inglesas, numa referência ao trabalho desenvolvido pelos norte-americanos na construção dos modelos e referências desta área. Assim, a palavra “portifólio” parece ser a mais adequada quando se busca de uma identidade nacional para se utilizar o termo.

Como se trata de uma palavra de utilização restrita no segmento artístico e de comunicação, é natural que se encontre uma ausência de conceituação até em dicionários renomados, prevalecendo a definição leiga que utiliza indiscriminadamente as duas formas – “portfólio” ou “portifólio” - cabendo a quem emprega o termo decidir pela origem inglesa ou latina e, é claro, não esquecer da qualidade do conteúdo…

Luiz Gonçalves
Bacharel em Design, Mestrando em Comunicação,
Diretor da agência de Propaganda Aliás Comunicação
luiz@alias.com.br www.alias.com.br

posted by Iris • IFD @ 2:06 PM



 

Subscribe to RSS headline updates from:
Powered by FeedBurner