segunda-feira, outubro 24, 2005


Guru Designer

Já está comprovado, todo cliente tem um pouco de designer, publicitário e marketeiro: “não sei não... não gostei da cor!”. Ou então: “não dá pra aumentar a logomarca no anúncio e pôr mais alguns endereços?” E quem sabe: “acho melhor darmos um brindezinho ao invés de toda esta promoção!”.

O que mais podemos esperar deste mercado?

Surpresa minha, num determinado dia, tive toda uma proposta de Identidade Visual jogada por água abaixo por causa de um GURU. Isto mesmo, um “GURU designer”! Uma nova profissão que surge no mercado a fim de garantir sucesso pleno para uma marca ou empresa, utilizando formas e cores como proposta de espantar os maus fluídos dos concorrentes. Minha proposta foi abortada porque a marca reformulada ficou dentro de uma elipse (como fui tolo...) e, conforme o GURU, impediria o cliente de expandir. Na hora pensei: “pobres empresas como os Postos Ipiranga e Texaco, a Internet Gratuita IG, o Banco Itaú, as marcas de automóveis Ford e Volkswagen, a Rádio Atlântida (logomarca recém reformulada) e Ipanema FM, entre tantas outras, será que não conseguiram evoluir por terem suas logomarcas envoltas por uma elipse? (risos)”.

Aí eu paro e me pergunto: “o que fazer com todos aqueles livros que adquirimos durante a vida toda? Horas e horas em frente à internet buscando referências, novidades. E a Gestalt, meu Deus! Para quê tanto estudo? Lei da aproximidade, lei disto, lei daquilo, onde foram parar?”.
O que importa. Basta largar nas mãos dos “GURUS Publicitariuns” ou “GURUS designers” que a empresa terá sucesso pleno e garantido. Adeus aos planejamentos, hasta la vista à manutenção de marca, até nunca mais ao posicionamento estratégico.

Lutar contra eles? Não quero. Já demonstraram ter forças para modificar qualquer idéia. No entanto, será que está aí a peça que faltava para os escritórios de Design? Quem sabe, não muito distante, dentro de cada empresa de Design ou de comunicação, haja um “GURU Director”. Todo planejamento feito baseado em livros astrais, posicionamento estrelares. O resultado? Cor verde para espantar o olho gordo. Fonte em amarelo e com serifa para servir de base e sustentação à marca e tons azuis para atrair bons fluídos. Este sim é o nosso Brasil.


autor: Alessandro Viera - Diretor de Arte
fonte: http://www.whip.com.br

posted by Iris • IFD @ 10:13 AM

5 Comments:

Anonymous Carolinne said...

A ESPM , criou um site pro vestibular que dá para você gravar vídeo on-line,enviar para os amigos ,e ver o porque é legal estudar lá ...Vale a pena conferir !

12:06 PM

 
Anonymous Anônimo said...

affe o q tem a ver isso com o post - pelo amor - rsssss

3:56 PM

 
Anonymous Rael said...

é... ja passei por situações de tortura chinesa viu....

tem clientes que nasceram cabeça dura e que não mudarão nunca...

Sorte sua não continuar com o projeto. Antes isso do que ir mudando o seu logo até ficar uma coisa carnavalesca e completamente sem sentido.

5:55 PM

 
Anonymous Anônimo said...

seo marketing or seo marketing, this is the problem.

7:04 PM

 
Anonymous fernando said...

há tempos que não via um site tão informativo assim, cheguei aqui à procura de modelos de contrato de serviços pra web. com certeza merece um ibest. e quanto a clientes, só é meio 'triste' quando eles se acham designers, publicitários e marketeiros quando batem o pé por alguma coisa que não abrem mão de terem no site deles.

8:26 AM

 

Postar um comentário

<< Home



 

Subscribe to RSS headline updates from:
Powered by FeedBurner