quinta-feira, novembro 03, 2005


Bonitinho, mas ordinário?

A sociedade informacional mais uma vez está mudando, tomando novas formas, ajustando-se às novas realidades (ou virtualidades).
Vamos tomar como exemplo um famoso site de comunidades, também conhecido como Orkut. Hoje, não fazemos mais a pergunta "Você está no Orkut?" e sim "Quem não está no Orkut?". Agora vamos analisar como esse site de comunidades está mudando até a forma como procuramos relacionamentos.
Ora, o Orkut é um excelente banco de dados de homens e mulheres que buscam amizades, namoros, amigos e pessoas com interesses relacionados. Para quem quer dar uma paquerada o Orkut oferece a facilidade da pesquisa (já que as pessoas geralmente colocam fotos e dados verdadeiros) e a comodidade de "dar um fora" apenas se omitindo de respostas. Bem, o que me parece é que um relacionamento iniciado na grande rede descarta um contato físico e visual de imediato. Ou seja, mesmo que você troque fotos
com um(a) possível pretendente, o que mais vale e filtra no início de um relacionamento virtual é a conversa, a criatividade, o raciocínio rápido, enfim, o papo interessante.

Peraí, o que isso tem a ver com webdesign?

Se pararmos para analisar, o que eu verdadeiramente estou querendo dizer é que atualmente estamos priorizando na Internet o que é RELEVANTE. E quando eu digo "estamos" estou referindo-me aos usuários e clientes dos nossos projetos online. Se o "papo" é interessante, vamos em frente e continuamos a navegação. Se o projeto for "bonitinho" mas quando abre a boca é um desastre, só lamentamos e partimos para o seu concorrente.
Ou seja, senhores webdesigners, mais do que nunca se faz necessário ser um profissional multidisciplinar, versátil. Com isso, não quero dizer que você tem que ser um excelente redator ou que seja um intelectual digno de ir para a Academia Brasileira de Letras. Mas que tenha senso crítico e jamais ponha a estética na frente do conteúdo. Se você tiver um site bem estruturado em sua navegação, se seu site passou por um processo real e criterioso de planejamento, a estética vem para complementar e tornar seu projeto um case de sucesso. Porém, se você tem um site lindo (e isso é bem subjetivo) mas ninguém consegue navegar ou encontrar um conteúdo de interesse, ele provavelmente servirá para ser impresso e colocado em uma moldura no seu quarto.

Se você achou aquele(a) pretendente uma pessoa interessante pelas conversas que tiveram, ótimo. Um bom papo é sempre legal. Se ele(a) for bonito(a), melhor ainda. Vamos unir o útil ao agradável.

fonte: banana design
autor: Laert Yamazaki

posted by Iris • IFD @ 12:53 PM

4 Comments:

Anonymous Paulo said...

Vc é mesmo demais!

Sempre explorando assuntos que realmente trazem as raízes.

É aquela coisa, ninguém compra um perfume só pela embalagem, se o que conta é o conteúdo.

Estou sempre aprendendo contigo.

Abraços

6:43 PM

 
Anonymous Chico27 said...

Sei naum, heim...

Os usuários estão priorizando o q é de qualidade?

disocrdo dessa premissa...

Os usuários estão sim priorizando a satisfação dos seus prazeres...

11:55 PM

 
Anonymous Laert Yamazaki said...

Tygra,
Muito obrigado por ter colocado esse artigo aqui.
O blog é excelente. Parabéns.

9:41 AM

 
Anonymous Anônimo said...

Acredito que esta discussão rende muito dentro da rede. Não vejo o design como um complemento do conteudo, mas sim uma ferramenta para levar o usuário até ele. Oras se o conteudo fosse tudo em um site a internet ainda estaria em seus tempos de imagens gif e textos verticalizados. Hoje os usuários buscam a experiencia, a usabilidade, a interação... Tudo que é em excesso faz mal, entao o equilibrio de todas as partes na criação de um site o tornarão um sucesso.

11:45 AM

 

Postar um comentário

<< Home



 

Subscribe to RSS headline updates from:
Powered by FeedBurner