quinta-feira, novembro 10, 2005


Marketing em buscadores: paciência e sabedoria

O serviço de otimização de sites em mecanismos de busca é um trabalho que necessita tempo e mistura métodos técnicos com uma consistente organização do conteúdo.


SEO, de Search Engine Optmization, é uma ferramenta do webmarketing. Especificamente do marketing em sites de busca (ou a sigla SEM, em inglês).

O serviço de um profissional SEO é posicionar bem um site nos resultados gerados pelos sites de busca para uma determinada palavra-chave (keyword).

Esse profissional não deve prometer o primeiro lugar nos resultados, pois não é ele quem gera os resultados de uma pesquisa, mas o próprio site de busca. Porém, ele não pode perder de vista o objetivo de posicionar um site em primeiro lugar.

Sabemos que o marketing é orientado a atender plenamente as necessidades do consumidor e a zelar pela imagem da empresa. Então, já que SEO é uma ferramenta de marketing, seu propósito é trazer ao usuário de máquinas de busca um site posicionado nas primeiras páginas de resultado. E que este site atenda as necessidades deste usuário.

Assim, esse usuário se tornará um cliente; terá uma boa imagem do site, da empresa e do site de busca; a empresa que contratou o serviço de SEO terá lucro; e o profissional SEO sairá com a imagem de competente. Com um serviço SEO voltado para o marketing todos saem ganhando.

Para entender essa visão, vamos ver como esse serviço era realizado antigamente. Os sites de busca, basicamente, posicionavam seus resultados através das meta tags description e keyword. Então, para conseguir um bom posicionamento, havia quem digitasse repetidamente nessas meta tags as palavras-chave mais procuradas em geral, mesmo que o site não tratasse daqueles assuntos. Isso é considerado spam.

Conseqüentemente, quando o usuário buscava por essas palavras-chave e clicava no primeiro resultado da lista, muitas vezes ficava frustrado por não achar o que queria. E a empresa que contratou esse serviço de SEO não conseguia muitos clientes. Isso aconteceu até o Google chegar com a tecnologia do page rank e não usar mais meta tags para exibir seus resultados.

Duas correntes também surgiram por causa desse cenário. A primeira é composta por SEOs que acreditam que conteúdo é o que dá uma boa posição a um site. A segunda é composta por SEOs que acreditam que outros métodos mais técnicos são responsáveis por uma posição. A partir daí, a consciência de que SEO é uma ferramenta de marketing e que deve ser voltada para o usuário começa a amadurecer. Cada corrente tem vantagens e desvantagens.

A primeira é vantajosa porque conserva uma boa posição por mais tempo, agrada o usuário e os sites de busca, facilita a obtenção de page rank e facilita a entrada de um site em diretórios. Porém, é uma estratégia que leva tempo para ser bem sucedida. E talvez a empresa contratante não tenha esse tempo.

A segunda é vantajosa porque posiciona bem um site mais rapidamente. Porém, muitas vezes a estruturação do site decorrente desses métodos não agrada os usuários e essa estratégia pode se desatualizar rapidamente, devido à atualização das listas de resultados dos sites de busca.

Então, é mais inteligente englobar essas duas correntes no serviço de SEO e usá-las com sabedoria para obter eficiência e eficácia.

Para completar esse artigo sobre o mundo SEO e preparar para um próximo texto sobre a metodologia básica SEO, é preciso falar dos tipos de mecanismos usados pelos sites de busca:

Diretório: é um mecanismo de busca onde pessoas selecionam os sites. Para submeter um site a um diretório, o conteúdo deve ser único, útil e voltado para o usuário. Se seu site for linkado por um diretório, seu site inspira confiança e qualidade para os demais mecanismos de busca. Isso é o conceito de page rank.

Spiders, crawlers e bots: são os apelidos dos mecanismos que usam robôs para indexar um site numa máquina de busca. Robôs são programas que seguem certos parâmetros para identificar um site relevante ao usuário. Eles indexam sites mais rapidamente que os diretórios. Cada robô é programado com parâmetros diferentes, uns ainda são programados para analisar meta tags; outros para analisar conteúdo e estrutura de uma página; e outros ainda para analisar page rank. Muitas vezes alguns parâmetros são comuns a todos os robôs.

Misto: utiliza esses dois tipos de mecanismos.

fonte: webinsider
autor: Ivo Saldanha

..........................................................

Matéria Complementar a este tópico:
Como melhorar a posição do seu Site, nos mecanismos de Buscas

posted by Iris • IFD @ 3:58 PM

1 Comments:

Blogger Roberto Iza Valdes said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

4:34 AM

 

Postar um comentário

<< Home



 

Subscribe to RSS headline updates from:
Powered by FeedBurner