terça-feira, dezembro 06, 2005


Credibilidade: usuário avalia sites pelo design

A boa ou má impressão causada por design e arquitetura da informação nos sites visitados é determinante para a avaliação de seu conteúdo. A conclusão vem de uma pesquisa antiga, porém ainda válida.

Nos ambientes interativos as mudanças são muito rápidas. Outras percepções não mudam tanto assim. É o caso de uma pesquisa realizada em 2002 pelo Laboratório de Tecnologia Persuasiva da Universidade de Stanford. Foi publicada pelo Consumer Reports Webwatch e revela dados até hoje válidos sobre como os usuários avaliam a credibilidade de um site.

O estudo contemplou 10 categorias diferentes e foi realizado com 2.684 participantes, sendo 50,1% mulheres e 49,9% homens, com idade média de 40 anos e com um uso da internet de aproximadamente 19 horas por semana.

Para 46,1% dos participantes da pesquisa, o design do site é o principal fator que determina sua credibilidade. Os pesquisadores relataram que na avaliação do design, foram levados em consideração fatores como a disposição do conteúdo e imagens, esquema de cores, tipografia e outras formas de composição de layout.

Na avaliação por categoria, os entrevistados relataram que o design é fundamental para transmitir credibilidade em sites de finanças (54,6%) e, em segundo lugar, para os mecanismos de busca (52,6%).

Os pesquisadores constataram, inesperadamente, que os usuários confiam plenamente no design para determinar sua credibilidade. A previsão era a de que os usuários utilizariam critérios mais rigorosos de avaliação.

Os especialistas concluíram que um conteúdo de qualidade não é suficiente para transmitir credibilidade aos usuários. Para eles, os designers devem ter uma noção bem clara sobre o impacto visual que o projeto terá. Nos sites em que o design foi essencial para determinar sua credibilidade muitos dos entrevistados utilizaram o termo “profissional” para defini-los.

“O projeto visual é o primeiro teste de credibilidade de um site, se falhar nesse critério, os usuários tenderão a abandonar o site e buscar outras fontes de informação e serviço”, destacam os pesquisadores.

Depois do design, o segundo critério mais apontado pelos usuários foi a arquitetura da informação, sendo mencionada por 28,5% dos participantes. As expressões “ruim” e “fácil” foram as mais sugeridas para definir a navegação dos sites testados, sendo que aqueles que apresentaram uma “fácil navegação” eram vistos como sendo os de maior credibilidade, comprovando o impacto da arquitetura da informação na avaliação.

É claro que nenhum site sobrevive sem um conteúdo atrativo, mas é interessante notar que somando-se os dados, percebemos que o design e a arquitetura da informação são responsáveis por 75% do que os usuários consideram ser um site com “credibilidade”.

Isso demonstra que a forma como uma empresa se relaciona e se comunica, assim como apresenta seus produtos e diferenciais, são decisivos para que um projeto web dê certo.

O design não é mais uma coisa subjetiva para cada um, mas sim coletiva. Todos querem ver páginas bonitas e inovadoras, o que para as agências significa muita pesquisa, criatividade e atualização constante.

Assim como é fundamental planejar a arquitetura da informação. Se você não for inteligente no momento de dispor as informações de seu site o internauta vai perceber isso e o pior, não volta mais.

Ter um conteúdo diferenciado e ferramentas de interatividade também são essenciais para as empresa que desejam se relacionar e ouvir seus usuários e consumidores através da internet, com o intuito de reverter esse feedback em prol de seu próprio aperfeiçoamento.

Confira os resultados da pesquisa

Fatores determinantes de credibilidade

1. Design Look (Design do site): 46.1%
2. Information Design/Structure (Arquitetura de informação/Estrutura): 28.5%
3. Information Focus (Foco da informação): 25.1%
4. Company Motive (Segmento da empresa): 15.5%
5. Information Usefulness (Utilidade da informação): 14.8%
6. Information Accuracy (Exatidão da informação): 14.3%
7. Name Recognition and Reputation (Reconhecimento do nome e reputação): 14.1%
8. Advertising (Anúncios): 13.8%
9. Information Bias (Parcialidade na informação): 11.6%
10. Writing Tone (Tom da texto): 9.0%

Dentre outros dados interessantes da pesquisa, os participantes relataram alguns requisitos básicos essenciais em todo e qualquer site. Toda empresa deve divulgar claramente endereços físicos, telefone e e-mail de contato, além da descrição de sua missão.

As políticas de privacidades devem estar facilmente disponíveis e, no caso de comunicações por e-mail, qualquer mudança na política de privacidade deve ser comunicada, além de permitir facilmente o opt-out.

autor: Renato Mendes
fonte: Webinsider

posted by Iris • IFD @ 11:22 AM



 

Subscribe to RSS headline updates from:
Powered by FeedBurner