sábado, janeiro 14, 2006


Algumas dicas para o webdesigner conduzir uma reunião.

Todo webdesigner tem o seu método próprio de conduzir uma reunião com clientes. Existem várias maneiras de se fazer isto, mas algumas dicas podem ajudar a tornar este contato mais eficiente.

A reunião inicial com o cliente pode ser considerada um dos passos mais importantes de um projeto e o nível de sucesso de um projeto pode ser definido nesta etapa.
O que NÃO DEVE ser feito

Não tente falar ou explicar “design” para o cliente. A primeira barreira que se encontra numa reunião entre cliente e designer é o fato de que normalmente estes dois não falam a mesma língua e vivem em mundos diferentes. Esta pessoa que está na sua frente é a única que realmente importa nesta reunião. A linguagem e o mundo do design não são importantes para ele, por isto, não perca tempo tentando trazê-lo para o seu mundo. Você está lá para aprender sobre o mundo do cliente e não o contrário. Isto não quer dizer que você não pode demonstrar sua competência, mas existem melhores maneiras de fazer isto do que falando difícil para impressionar os clientes.

Não faça perguntas de design para o cliente. Design é o seu trabalho, não do cliente. Os designers geralmente pensam em termos de layout, cores, formas, navegação, funcionalidade, usabilidade, etc… mas estas questões normalmente não querem dizer absolutamente nada para o cliente. Apesar de parecer lógico, fazer perguntas sobre design ao cliente é na maioria das vezes um equívoco. É o mesmo que perguntar a um usuário de um site sobre HTML, XML, PHP... Na maioria das vezes, estas perguntas não são realmente relevantes.

O que é relevante e deve ser questionado é o negócio, a marca e as necessidades de marketing do cliente. Com respostas para estes tipos de perguntas você poderá desenvolver um bom design, mas se você optar por explorar questões de design com o cliente você nunca saberá o que o seu design precisa fazer para atingir os objetivos do cliente.

Nunca use exemplos de outros sites para tentar entender as preferências do seu cliente. Mostrar uma série de exemplos de design de diferentes layouts de sites em uma reunião com o cliente pode parecer a coisa certa a se fazer, mas acaba sendo uma atitude um quanto amadora (até para o cliente). Esqueça os exemplos, olhe para a pessoa na sua frente e pergunte a ela questões sobre o negócio dela. Tenha em mente que as preferências, os gostos estéticos de seu cliente podem não ser importantes/úteis para o projeto. Não traga o cliente para o seu mundo, entre no dele para conseguir extrair informações importantes.

Não tente impressionar de forma alguma o seu cliente. O desejo de impressionar é extremamente perigoso. Como designers, sentimos muitas vezes a necessidade de impressionar o cliente em nosso primeiro encontro. Mas aqui segue uma dica: o cliente também quer impressionar você!

Se você deixar o cliente acreditar que acha importante ele saber algo sobre design, ele certamente tentará convencer você de que ele já sabe alguma coisa sobre design e vai acabar definindo ele mesmo o design do projeto. Não caia nesta armadilha.

Fazendo isto você corre o risco de descobrir mais tarde que o gosto pessoal do cliente se opõe completamente aos objetivos do projeto e você vai acabar produzindo um website que o cliente odeia ou um website que não suporta eficientemente os objetivos do projeto.

Dicas

O que não fazer:
Não fale na linguagem do design com o cliente.
Não pergunte questões específicas de design ao cliente.
Não leve exemplos de design/layout de sites para a reunião com o cliente.
Não esqueça dos desejos e expectativas daqueles que irão visitar/usar o site.
Não tente impressionar o cliente.

O que fazer:
Prepare-se com antecedência para esta primeira reunião com o cliente.
Descubra os objetivos e necessidades do cliente em relação ao projeto.
Descubra os objetivos e necessidades dos usuários em relação ao projeto.
Descubra como o cliente pretende medir o sucesso do projeto.
Deixe claro para o cliente que você entende a sua responsabilidade quanto ao sucesso do projeto para conseguir a confiança do cliente.

fonte: webinsider
autor:MArcos Nahr

posted by Iris • IFD @ 9:17 PM



 

Subscribe to RSS headline updates from:
Powered by FeedBurner