quinta-feira, março 02, 2006


Como entrar no mercado de Webdesign?

Recebo vários emails todos os dias perguntando como começar a vender sites ou softwares online no mercado de internet. Vou relacionar nesse artigo algumas possibilidades para que você possa escrever a primeira linha de sua redação. E garanto: quando a primeira linha vai pro papel, o resto é moleza. :)

1) Relacionamento

Todos nós devemos pensar no nosso relacionamento com as pessoas desde os tempos de faculdade. É lá que se inicia a grande rede de negócios que irá lhe ajudar a crescer na vida.

Muitas vezes percebo que algumas pessoas não conseguem entender que todos nós dependemos uns dos outros. Muitos dizem que gostariam de trabalhar sem patrão para não depender de ninguém e não ser mandado por outra pessoa. Ledo engano. Eu, por exemplo, não tenho chefe. Tenho chefes. Muitos, graças a Deus. Dependo de muitas pessoas e quero depender cada vez mais de mais e mais pessoas. Meus chefes são os meus clientes. Pois essa é uma lei universal. Precisamos de todos para sobreviver.

Sabendo disso, algumas pessoas se perfazem, montam um personagem simpático para montar um relacionamento de amizade com todo mundo. Só que mais cedo ou mais tarde a máscara cai. Não é necessário fingir que gosta de uma pessoa, suportar a chatice de outra ou mentir que ama todos os seres humanos do planeta. Devemos ser verdadeiros. E sentir tudo isso de forma verdadeira. Mas com educação.

Conheço muita gente que diz: “Olha, eu tenho uma qualidade: sou muito verdadeiro. As vezes as pessoas até não entendem e ficam com raiva de mim por eu ser muito verdadeiro. Mas se não gosto de uma pessoa, digo logo, na cara, afinal sou muito sincero.”.

Ser sincero não é sinônimo de qualidade absoluta. Na hora errada pode ser encarado como falta de educação. É ser grosso. Inconveniente. Ninguém gosta de ouvir, saindo da boca de outra pessoa, seus defeitos. Então, pra quê ser inconveniente?

Por isso devemos ser sinceros mas respeitando as outras pessoas. Existem diversas formas de falar uma crítica sincera sem ofender. Basta ter bom-senso e escolher a melhor forma. Se relacione com todos então, de forma sincera. Faça e cultive amizades sinceras. Ser amigo é ajudar e ser ajudado. Ajude seu amigo a vencer na vida que todos eles lhe ajudarão a crescer também. Essa é a lei! Faça um esforço para ser alegre com todos, simpático ou deseje pelo menos um belo e bom dia para todos que você encontrar pela frente antes de trabalhar.

Lá na frente aquele seu amigo de faculdade poderá ser a pessoa que irá lhe contratar. Aquele amigo de trabalho poderá indicar você para outra empresa anos mais tarde. O chato do seu vizinho, que você acha chato mas ele não sabe e gosta de você, poderá indicar seus serviços para uma grande empresa. Pense nisso.

Muitas religiões, como o budismo, espiritismo, catolicismo, entre outros, ensinam tudo isso que estou querendo dizer. Mas para aqueles que não se ligam muito em religião ou preferem apenas acreditar no seu Deus, recomendo para fazer bons relacionamentos, o clássico “Como fazer amigos e influenciar pessoas” de Dale Carnagie. O mesmo escreveu este livro na década de 1930 e mesmo assim continua atualíssimo. Tudo isso que disse e muito, muito mais você irá encontrar nesta obra. Indispensável para todos os profissionais de qualquer área de atuação.

2) Mostre trabalho!

Muitos chegam pra mim dizendo: “Bruno! Como é que vou abrir uma empresa ou vou vender meus serviços se não tenho portfolio?”. Vou dizer uma coisa a vocês: comecei a criar páginas em 1997. Mas já tinha muitas pessoas na minha frente que criavam sites desde 1996 e alguns poucos em 1995. Se vistos hoje, os sites eram horrorosos. Mas para a época colocar uma gif animada na página era o mesmo que colocar uma super introdução flash com direito a vídeos e música.

Comecei criando sites de graça para clientes que poderiam enriquecer meu portfolio. Esses trabalhos viravam referência para poder mostrar meus serviços para outras pessoas. Já as pessoas que recebiam meus trabalhos de graça divulgavam meus serviços. Sempre pedia a elas para não dizer que o site tinha sido feito de graça.

Além disso criei sites pessoais, da loja de um familiar, do negócio de um amigo e assim por diante.

Assim dei meu pontapé inicial.

3) Divulgue!

Como divulgar seu trabalho em início de carreira? Sem nenhum tostão? Já disse em artigos anteriores como divulgar seu site sem gastar nada. Mas existem outras dicas, especialmente para webdesigners e programadores.

Faça uma pesquisa por sites que possuem grande visitação, de público segmentado ou que possuem uma boa idéia mas que não decolam por possuírem sites amadores, sem um bom layout ou um bom sistema. Contate esses sites e ofereça um bom layout ou sistema em troca da divulgação de seus serviços. Minha experiência com esse tipo de parceria foi ótima, experimente.

Outra forma de divulgação é criar sites de conteúdo que podem gerar grande visitação. Sites sobre a sua cidade ou algum assunto específico poderão ser feitas, para que você possa divulgar o seu trabalho.

4) Antes de trabalhar sozinho, trabalhe para os outros...

Trabalhar em uma agência web, de publicidade ou empresa de desenvolvimento de sistemas irá lhe trazer grande experiência, habilidade e muitos contatos interessantes. Tudo que você conseguir nessa empresa será utilizado lá na frente, caso você queira trabalhar sozinho ou abrir uma empresa para você.

5) Cuidado com o ego!

Você não é o rei do borogodó, dono da verdade nem é o maior artista do mundo. Pense nisso sempre. Se você é um bom webdesigner ou programador, alguns chegarão para você e irão dizer que você é muito bom, lindo e maravilhoso. Isso acaba cegando muita gente, espalhando arrogância por aí. Escuto muito esse tipo de reclamação partindo de clientes e donos de empresas de desenvolvimento.

Nunca somos os melhores em nada. Sempre existirão pessoas com habilidades melhores que nós. Crie sites para os seus clientes, não para seu ego. Pense no problema deles. Respeite suas idéias. Discuta quando for preciso, mas com educação. Não tenha frescuras, colocando dificuldades em tudo. Seja simples.

E sempre que puder, reparta suas experiências com seus clientes e amigos de trabalho. Eu divido com vocês minhas experiências sem medo de concorrência, afinal considero todos os meus leitores, webdesigners e clientes como meus amigos, aprendendo sempre com cada um de vocês.

Espero que essas dicas ajudem aqueles que estão precisando entrar no mercado mas não sabem como. Que esse artigo tenha sido de muito bom proveito para todos vocês.

fonte: http://www.crieseuwebsite.com
autor: Bruno Ávila

posted by Iris • IFD @ 7:16 PM

4 Comments:

Blogger PALAZZI said...

obrigado....e valeu pelo toque.....

7:55 AM

 
Anonymous Dani Danczuk said...

Gostei desse artigo!
Pode ter ceerteza que vai ser muito útil p mim...

2:23 PM

 
Anonymous Anônimo said...

Olha já faz algum tempo que visito este site direto. Estou cursando Estratégias em Marketing. Eu adorei este Site, estou tirando muita coisa legal, estou aprendendo muito, porque também leio livros, revistas deste segmento. E olha, para mim este site foi um ACHADO.
Eu literalmente ADORO este Site. Ele esta sendo como um, digamos, GURU.
PARABÉNS

7:58 AM

 
Anonymous Anônimo said...

Parabéns pela publicação deste ótimo artigo! Com certeza um belo passo em direção ao sucesso.

9:45 PM

 

Postar um comentário

<< Home



 

Subscribe to RSS headline updates from:
Powered by FeedBurner