segunda-feira, julho 10, 2006


Blogs corporativos

O fenômeno dos blogs invadiu a internet nos últimos anos. Se você não acompanhou, é melhor começar a entender sobre eles e manter seus olhos abertos. Por quê? Porque os blogs começam a chegar ao mundo corporativo e esta é uma realidade que nenhuma empresa pode se dar ao luxo de ignorar.

Mas afinal, o que é um blog? E o que é um blog corporativo?

Para entender o segundo, é preciso entender o primeiro:

Blogs (weblogs) são comumente descritos como diários eletrônicos publicados na web. Esta descrição é restrita e esconde o real potencial e a real importância dos blogs. Existem muitos tipos de blogs, desde diários pessoais, onde a interação se limita a um pequeno número de pessoas, a blogs escritos por formadores de opinião, especialistas em determinadas áreas, jornalistas, blogs com finalidades educacionais, etc. A força dos blogs está em possibilitar que qualquer pessoa, sem nenhum conhecimento técnico, publique suas idéias e opiniões na web e que milhões de outras pessoas publiquem comentários sobre o que foi escrito, criando um grande debate aberto a todos.

Antes dos blogs, a web era descrita como uma biblioteca. Os websites publicavam informações que podiam ser consultadas por qualquer pessoa com acesso a uma conexão de internet. O boom dos blogs deu à web um caráter mais dinâmico, trazendo uma mudança fundamental: ela deixa de ser apenas uma biblioteca para se transformar numa grande e ativa conversação global. Com o crescente número de pessoas lendo, escrevendo e comentando, vamos ampliando a interação entre aqueles que passam a ter uma voz ativa através dos blogs. Aos poucos deixamos de ser passivos consumidores de informação e passamos a interagir ativamente. É um fenômeno de democratização ao acesso e publicação de informações. Nunca nenhuma mídia ofereceu tanto espaço e visibilidade a pessoas comuns e, por si só, este fenômeno sem precedentes não pode ser ignorado. Os impactos diversos já são sentidos em diferentes áreas.

Esta explosão dos blogs é confirmada em números através de relatórios postados pela empresa Technorati – que rastreia o que está sendo publicado na blogosfera (“mundo dos blogs”) e acompanha o crescimento dos blogs no mundo todo. Em um relatório de fevereiro de 2006, a empresa afirma que:

* Rastreia hoje mais de 27.2 milhões de blogs, 1.2 milhões de posts diários;
* aproximadamente 50.000 por hora;
* A blogosfera dobra de tamanho a cada 5 meses e meio;
* A blogosfera é hoje 60 vezes maior do que era há 3 anos;
* Em media, um blog é criado a cada segundo do dia;
* 13.7 milhões de bloggers continuam postando 3 meses depois da criação de seus blogs.

As conversas, idéias e opiniões que se dão através dos blogs podem facilmente se tornar virais e atingir um enorme número de pessoas em um curto espaço de tempo. São milhões de “blogueiros” opinando sobre notícias, acontecimentos, produtos e serviços, entretenimento, etc. Eles podem estar falando sobre sua empresa, interagindo com seus funcionários, discutindo sobre seus produtos e avaliando seu atendimento, relatando experiências pessoais boas ou ruins, contando suas frustrações ou elogiando sua área de atendimento ao cliente. Estas opiniões certamente atingem a imagem que os leitores formam sobre sua empresa e seus produtos e influencia decisões de compra, no melhor estilo “boca-a-boca” virtual – com força e um alto nível de credibilidade. E este é apenas um aspecto da importância dos blogs e seu impacto no mundo corporativo.

Todas estas vozes podem ser encaradas como um problema ou como oportunidades. Desde que você esteja atento a elas, não as ignore, porque elas certamente não irão embora de repente. É uma nova realidade que veio para ficar e, com ela, a necessidade das empresas se adaptarem.

E o que é um blog corporativo?

Quando se fala em blogs corporativos, pensamos logo na definição padrão: é um canal que a empresa abre aos seus consumidores para ter uma conversa bilateral e mais informal com eles. Mas é só isso? Não. No mundo corporativo esta ferramenta pode ser explorada de diversas formas diferentes. Do ponto de vista de negócios, há potencialmente inúmeras razões para se ter um – ou vários blogs.

Embora não haja nenhuma classificação formal, pode-se dizer que, basicamente, blogs corporativos podem ser divididos entre externos ou internos:

Blogs externos são aqueles que a empresa publica para acesso de qualquer pessoa na internet. Estes blogs têm propósitos de interação externa, seja como canal de comunicação, como iniciativa de reforço de marca, feedback para desenvolvimento de produtos, gerenciamento de crises, relações públicas e relacionamento com a mídia, posicionamento estratégico e assim por diante.

Blogs internos são aqueles que a empresa utiliza como ferramenta de interação entre os funcionários, como por exemplo: comunicação interna, base e gerenciamento de conhecimento, acompanhamento de projetos e colaboração interna, integração e reforço de iniciativas de recursos humanos, etc.

Para o propósito deste artigo, vamos abordar os blogs externos.

Definir sua estratégia ou o tipo de blog de que sua empresa mais poderá se beneficiar, depende da definição dos seus objetivos. Isso é fundamental. Nenhuma empresa deve criar um blog somente porque alguém disse que blogs são o novo “hype”. Entrar neste universo desconhecido pode ser difícil sem a assessoria adequada. Contar com o expertise de uma empresa especializada pode fazer toda a diferença, não só na definição de metas e estratégias, mas também na implementação, manutenção e mensuração de resultados do seu blog.

A criação de um blog pressupõe comprometimentos por parte da empresa. A definição de quem – ou qual departamento - será responsável pela publicação e manutenção do blog é crítica. Lentamente as empresas estão começando a criar cargos e/ou departamentos exclusivamente para este propósito. E este é um bom investimento. Se sua empresa terá um blog, é importante que as pessoas responsáveis por ele saibam o que estão fazendo e conheçam sua empresa e seus objetivos o suficiente para falar em seu nome. Que compreendam a dinâmica da “blogosfera” e estejam preparadas para lidar com o dia-a-dia de um blog, mostrando segurança, transparência e conhecimento.

Na prática, o dia-a-dia de um blog é um crescente aprendizado. A cada dia que passa, torna-se mais palpável a localização dos assuntos que trazem mais retorno, que promovem mais – e melhores – discussões, que têm maior impacto nos seus objetivos. O termômetro destes resultados não é somente a quantidade e a qualidade dos comentários deixados no blog. São também as citações, referências e links que vão aparecer na blogosfera em resposta ao que é postado no seu blog. Monitorar e mensurar este retorno é também uma parte fundamental de se ter blog corporativo.

Também parte importante desta atividade é definir os assuntos que serão abordados, a linguagem que será utilizada (por definição, blogs usam uma linguagem informal), políticas sobre como responder aos comentários (e se serão ou não moderados), como abordar e lidar com as coisas que serão escritas sobre sua empresa. Todas estas definições podem ser feitas com a ajuda da empresa que estiver lhe assessorando.

Esteja sempre aberto às infinitas possibilidades que um blog corporativo pode lhe oferecer. E fique atento, seus concorrentes logo estarão conversando com o seu mercado. Agora que você já sabe o que é um blog corporativo, o quanto antes acordar para esta nova realidade, mais cedo você poderá se beneficiar deles.

autora: Patricia Muller
fonte: http://www.sinestesia.co.uk http://www.ispag.ch/cmslight/isp/img/external_link.gif



Dica de Leitura
(clique na imagem para ver mais detalhes)


Blog Corporativo
FABIO CIPRIANI

posted by Iris • IFD @ 12:42 PM



 

Subscribe to RSS headline updates from:
Powered by FeedBurner