sexta-feira, fevereiro 10, 2006


Portfólio, inimigo ou aliado?

Devemos sempre ter em foco o que queremos mostrar, visto que o portfólio é a descrição de sua pessoa, composta por uma interface que corresponda a seus gostos e perfil. O portfólio não deve nunca soar apelativo, deve primeiramente agradar a você mesmo.

Você pode ter a intenção de mostrar que você é muito bom no que faz ou simplesmente trazer seu perfil à tona, mostrar seus trabalhos é o que mostra seu lado profissional. Posso ressaltar que se a intenção é mostrar o que você tem de melhor, é fato que deverá seguir algumas regras básicas, tais como colocar apenas os melhores trabalhos.

Sabemos que todo trabalho é sujeito a críticas e elas podem agredir o criador, visto que, de certa forma, parte dele vive neste trabalho. Essa é a condição que o artista está sujeito às críticas, construtivas ou não. O maior risco é não conseguir transmitir o que queremos no portfólio.

Sei que é complicado aceitar as críticas, mas elas poderão nos enriquecer muito, mesmo que aos nossos olhos o espectador crítico não saiba o que está dizendo, no fundo ele pode ter alguma razão.

Sempre devemos ter bom censo ao avaliar os trabalhos alheios compreendendo a essência que o artista possui e, caso algo nos desagrade, mostrar nossa posição de forma a enriquecer o trabalho do colega mostrando que na verdade queremos ajudar. Nunca apresente uma crítica onde você não tenha sugestão para a solução da mesma.

Eugênio Mohallem escreveu em 1997 por sugestão de José Carlos Lollo um artigo muito bom chamado Manual do Estagiário, que traz dicas para os que estão entrando no mercado de propaganda, e até mesmo para os profissionais mais experientes. O texto dá conselhos que vão desde a criação do portfólio até como se portar ao conseguir um emprego.

É complicado avaliar um profissional que não possui um portfólio. Como você avalia um professor de web que não possui sites de sua autoria? Será que um cliente aceitaria fazer um site com alguém que não tem o que mostrar? Você contrataria um pedreiro para trabalhar em sua casa sem referências?

Chegamos em um ponto interessante. Podemos dizer que o portfólio dará margens para que o contratante lhe conheça melhor. O currículo dizendo que você fez curso na França não vale de nada: o que garante que você realmente é bom? O fato de possuir um canudo não é garantia de competência. É importante ter os trabalhos em mãos, já que se corre o risco de ser contratado. O contratante logo verá se você possui o perfil da empresa, muitas vezes ele poderá dizer: "É justamente esse tipo de trabalho que eu preciso".

Tão importante quanto os trabalhos que você vai apresentar é a maneira de apresentá-los. No portfólio off-line, uma pasta bonita de couro e trabalhos bem impressos são o suficiente. No portfólio digital, a apresentação pode ser seu cartão de visita, ela pode fazer o diretor de criação ver os seus trabalhos ou arremessar seu cd pela janela, podendo até provocar um acidente...

Recomendações

01. Deve-se ter a preocupação de criar páginas que são acessíveis. Os vídeos deverão estar em formato swf ou wmv, o uso de codecs de compressão poderá impedir o funcionamento dos mesmos.

02. Nunca tenha apenas a opção de um site, tenha em mãos um cd com seus trabalhos. Hoje é possível encontrar cds com formato de cartão de visita, nada melhor do que colocar seu portfólio em um desses.

03. Tenha sempre um portfólio impresso para o caso de eventuais imprevistos.

04. Não faça apresentações demoradas que podem cansar o contratante, tente surpreender evitando os exemplos citados por Eugênio. Esqueça esse negócio de mandar seu portfólio dentro de garrafa, já o fizeram.

05. Um portfólio com idéias ótimas não salvam trabalhos ruins.

06. Não coloque pretensão salarial ou dados irrelevantes como RG, CPF, nº da carteira de trabalho, etc. A formação acadêmica pode ser citada pois pode dizer o tipo de informações teóricas que você carrega.

07. Nunca diga que determinado trabalho é "apenas" seu quando não o fez sozinho. Coloque o nome dos participantes. Isso mostra que você é honesto: peça fundamental nos dias de hoje.

08. Se você possui a idéia e não a técnica, procure um profissional que possa lhe ajudar com o que realmente quer mostrar.

09. Caso seja um redator, os textos dos seus anúncios devem ser legíveis. Cada atuação terá seu grau de avaliação.

10. Se você tiver alterações de fotografias que implicam em deixar a pessoa mais bela, evite utilizá-las como trabalho para poupar constrangimentos à pessoa.

O portfólio poderá trazer bons frutos, determinando seu perfil profissional. Consulte sites na internet, você encontrará vários pela rede e poderá avaliar assim como os contratantes.

Pessoas munidas de boas técnicas e dominadores de ferramentas nós encontramos aos montes. O difícil é encontrar bons criadores. Algo técnico pode ser assimilado pela maioria das pessoas, mas criatividade não se encontra em qualquer um.

Não fique preocupado caso não tenha muitos trabalhos, muitos deles poderão ter temas fictícios. O famoso Blog não deve ser considerado portfólio. Várias pessoas têm exibido o mesmo como tal.

Nosso censo crítico é muito alto para nossos trabalhos, hoje está bom, mas amanhã, nem tanto. Isso é bom, levando-se em consideração as possíveis melhoras que virão com o tempo. Não jogue fora seus trabalhos, mesmo que você não tenha gostado.

O portfólio pode ser um grande inimigo, quando não o fazemos conforme as expectativas de determinada empresa. Deve-se ter a preocupação de criá-lo para diversas condições a fim de aumentar as chances de uma boa aceitação, é claro, se você realmente quiser.

As dicas em sua maioria são simples de serem seguidas e valem ser lembradas.

autor: Wellington Carrion
fonte:http://www.imasters.com.br



Dica de Matéria:
Como montar um bom Portfólio
Entrevista do Publicitário Eugênio Mohallen - autor do Manual do Estagiário

Dica Onde Comprar a Pasta
www.omar.srv.br IFDBlog Recomenda
(a minha é daqui - e lá tb vende acetado - a pasta vem montada - tem modelos lindos e vale a pena o investimento. Recomendo ter muito cuidado com sua pasta não largar no carro ou em lugares quentes e fechados pois o acetato deforma)

posted by Iris • IFD @ 10:04 PM

1 Comments:

Anonymous Thiago said...

po muito legal a materia parabéns pro autor e pro blog por reunir tanta coisa legal num único lugar

12:05 AM

 

Postar um comentário

<< Home



 

Subscribe to RSS headline updates from:
Powered by FeedBurner